Fala

setembro 21, 2012

Se eu pudesse me calar, calava.
As palavras entravam uma batalha gasta.
Se você pudesse escutar, eu mostrava.
Como eu não queria precisar falar nada.
Se meu toque falasse, eu discursava.
Se meu toque falasse…
Se um oi pudesse mostrar tudo que é o oi que eu digo…
Eu te aviso desde agora:
Meu eu calado te adora
e minha fala cala muito do podia ser dito.

Anúncios

Café quente

setembro 19, 2012

Restou um pouco de café do almoço.
É pouco, mas molha o bico.
Requento pra dar gosto de fresco,
esquento os dedos desatentos
e queimo a língua.
Os olhos lagrimejam pelo susto,
a boca sopra.
Melhor beber agora que o café esfriou um pouquinho.