A saudade e suas amigas

novembro 27, 2013

Do tempo que já tive
um pouco, já vivi.
Deste pouco, pouco lembro…
De tudo que foi até hoje, lembro quase nada.

As fotos são as lembranças perdidas que voltam de vez em quando.
(e voltam acumuladas)
Vendo tudo que esqueci, recrio as memórias nos sorrisos de grupos
e paisagens.
Sinto saudades.

Mas essas saudades são traiçoeiras!
Pois são tão melhores (tão melhores) do que qualquer (qualquer) imagem.
Saudades, saudades… saudades de seiláoque.