Maquina de escrever

junho 18, 2012

Se eu tivesse uma maquina de escrever, eu teria medo.
Cada letra digitada
impressa com tanto vigor
sem espaço para erros…
O que seria de mim sem poder usar uma borracha?
Eu tenho medo do que é perpétuo…
Temo ter que reescrever tudo por culpa detalhes.
Temo a tinta, que mancha.
Mas assumo com algumas ressalvas,
que gostaria de uma máquina de escrever.
Imagino ter que calcular cada palavra.
escrever com calma cada frase…
Deve dar um êxtase estranho
poder escrever querendo rondar o perfeito
e o encontrando.

Redfoni

junho 12, 2012

A música que escuto
quando quero ficar calado
é três vezes maior que o sol
e um tanto menor que todo o espaço.
De qualquer forma, a música que toca
no íntimo dos meus tímpanos
é um sopro de assombração
que me dá arrepio
e mexe comigo
como se eu tivesse chupando limão.